Arquivo da categoria: Reflexão

E lá vem a ditadura da beleza…

Padrão
E lá vem a ditadura da beleza…

Olá genten, tudo bem com vocês?

Ainda hoje, mesmo com a liberdade que temos e a vontade de termos nosso próprio estilo sem ligar para o que os outros pensam, esbarramos, em certos momentos, com alguma ditadura da beleza. Seja relacionada à peso, altura, cabelo, tipos de rostos e por aí vai…

Eu, particularmente acho que isso já foi pior, houve uma época em que as pessoas se deixavam afetar mais, não estou dizendo que hoje em dia isso não exista, existe sim e muito, mas hoje nós vemos muitas pessoas adotando um próprio estilo, seja num corte de cabelo ousado, nas roupas diferentes ou até no jeito de ser e tudo isso sem dar a mínima pro que os outros estão achando. Tenho em mim que isso sempre existiu, mas não tanto quanto hoje.

Ah Maria, mas por que vim falar disso agora? Vamos lá, vou explicar…

Ontem, eu estava entediada (sim, em pleno ano novo e entediada) e resolvi procurar uns sites de jogos que eu visitava quando era mais nova, nostalgia pura…

Daí eu fui em vários sites: Stardoll, Ojogos até Habbo eu joguei e foi enquanto eu estava no Clickjogos que eu me surpreendi, entrei num jogo até então inofensivo, Extreme Makeover, eu amava esses tipos de jogos, de fazer cabelo, cuidar da pele, escolher as roupas, mas o que me deixou intrigada foi que durante o jogo a gente tem que “consertar” certos “defeitos” da boneca, que para mim não são defeitos, são características.

Sem título

Esse é o antes e depois

O jogo é basicamente assim: A boneca está daquele jeito da foto, aí tem várias etapas, dentista, cabeleireiro, manicure, cirurgia, spa e outras coisas, tudo isso para alcançar uma transformação de beleza completa (segundo eles).

Duas etapas me chamaram muita atenção, a cirurgia e a questão do peso.
Na cirurgia, a gente modifica o rosto todo da boneca, mexe no nariz, bochechas, boca, queixo e o rosto todo.

Eu sou nariguda, não tenho problemas com isso, não mais, mas há um tempo atrás já fui muito complexada e se eu me deparasse com um jogo desse, aí já era. Claramente o jogo te passa que boca fina, nariz grande e largo, queixo grande ou bochechas volumosas, são defeitos e tornam alguém feio e que para “alcançar a beleza” tem que se livrar disso.

E quando eu achava que não podia piorar, me aparece uma balança mostrando um peso, em seguida a gente tem que fazer a boneca malhar muito para depois aparacer a balança de novo com um valor bem menor. Qual é o problema, afinal, nós não temos um número suficiente de meninas (ou meninos) com problemas de autoestima né?!

A questão toda é: Eu já tenho a maturidade e consciência suficientes para saber que é apenas um jogo estúpido e que meu queixo e nariz grandes, meu cabelo enrolado, minha pálpebra caída e minha boca fina não fazem de mim uma pessoa errada, feia ou cheia de defeitos, mas fazem de mim Maria Eduarda e estou muito feliz comigo, do jeito que eu sou.

Mas uma criança de 10 anos sabe disso?

E vocês, o que acham disso?

Redes Sociais:

Instagram | Twitter | Tumblr | Facebook | Snapchat – dudalppm

Se prenda ao presente.

Padrão
Se prenda ao presente.

Olá genten, tudo bem com vocês?
IMG_4543-2

Sempre vejo as pessoas dizendo que queriam saber o que acontece depois que morremos, pra onde vamos, o que nos tornamos…e sinceramente, nenhuma dessas questões, dessas curiosidades, fazem sentido pra mim. Tudo bem, eu até entendo que essas coisas venham à cabeça, afinal, é uma incógnita né?!

Eu vivo me questionando, pra que tanta curiosidade? Tanta dúvida em torno de algo que…vai acontecer, não tem como evitar, é o meu futuro, é o seu futuro, o futuro de todo mundo. E eu sou daquelas que acredita que também não há como adiar, tem hora e lugar certo pra acontecer, não é tipo: “Pode ser depois? Não vivi o suficiente ainda”. Não é assim, pelo menos eu não acho que seja.

Não é preciso ir muito longe para conhecer pessoas que realmente se importam com essa dúvida, que buscam saber e que se desesperam com isso. Seria medo de morrer? Às vezes me divirto com minhas amigas, só dizer: “É, tá acabando…” ou então “Posso morrer agora, daqui a cinco minutos ou cinco anos, o que podemos fazer quanto a isso?” E essas frases são suficientes para deixá -las assustadas, eu não consigo entender, mas esse “medo de morrer” fica para outro post.

IMG_4011

Eu estou aqui, sentada, digitando e olhando o céu, está nublado, um dia considerado “feio”, eu ia sair para fazer fotos por aí, mas não dá, toda hora começa a chuviscar e fico pensando…podia ter ido ontem, estava sol.
E é esse o ponto, se pode fazer algo hoje, então faça, não se pode deixar pra amanhã, nós nem sabemos o que acontecerá daqui a pouco, é muto imprevisível. Não podemos ficar presos no “amanhã eu faço”, tão pouco tentar ficar prevendo o nosso futuro. As pessoas estão perdendo tempo tentando saber o que vai acontecer depois que a vida delas acabar e podiam estar apenas…sei lá…vivendo.

Vai chegar o dia e vão dizer “não vivi o suficiente”. E como eu disse lá em cima…não poderá adiar.

A sua morte pode até não depender de você, mas sua vida e se você a viveu o suficiente, sim. Está nas suas mãos!

É isso, só uma reflexão minha mesmo. Se pensa diferente ou apenas quer opinar, deixe nos comentários.
Beijoox ;*

Redes Sociais:

Instagram | Twitter | Tumblr | Facebook | Snapchat – dudalppm

3 frases que mudaram meu modo de pensar

Padrão
3 frases que mudaram meu modo de pensar

Olá genten, tudo bem com vocês?
Não sei se perceberam, mas estou fazendo o possível para postar sempre aqui, mas para isso preciso da ajuda de vocês, preciso que me contem o que querem ver aqui, preciso de ideias.
Indo ao post, vi alguns blogs que eu acompanho, fazendo esse post, com frases que mudaram o modo de pensar e resolvi compartilhar com vocês as frases que mudaram o meu modo de pensar e quem sabe até fazer vocês refletirem um pouco né?!
12002959_909529645808657_3808553181555426299_n

Ok, um pouco deprimente né? Mas desde que eu li fico refletindo, é tão bizarro, a gente sabe que um dia tudo acaba, temos noção disso, mas quando alguém vai embora, é tão triste, dói tanto. Sei lá, só botei essa frase porque gosto dela.

11

Acho que todos conhecem essa frase, sempre que leio, meio que me dá um empurrão, tipo, eu consigo. Sou a típica pessoa que tem ideias loucas, que ninguém bota fé, sempre falam “ah, desiste disso, não vai conseguir mudar nada mesmo”, ei, quem disse isso? Eu posso pelo menos tentar.

IMG_2524

Não preciso falar muito a respeito dessa frase, acho até engraçado pessoas que enchem a boca pra falar que amam os animais, mas praticam todo tipo de crueldade, e ainda dizem ” isso não vai mudar, o que eu posso fazer, testar em animais é normal”, o que você pode fazer? Hm, deixa eu pensar, PARAR de usar o máximo possível, eu sei que tem coisas difíceis, tipo, remédios, mas a maioria das coisas é possível substituir. Não posso falar muito em relação á alimentação, já que ainda não pude me tornar vegetariana, mas o que eu posso fazer, eu faço e a diferença é que eu tenho a vontade, eu quero, não fico simplesmente lamentando o que acontece. Lamentar não vaia adiantar, faça algo por eles.
E é essa frase que me empurra todos os dias a continuar ajudando os animais.

É isso, espero que alguma frase tenha feito vocês refletirem.
Me contem as frases que mudaram o pensamento de vocês.
Beijoox ;*

Redes Sociais:

Instagram | Twitter | Tumblr | Facebook | Snapchat – dudalppm

Ame seu cabelo | Be different

Padrão
Ame seu cabelo | Be different

Olá pessoal, tudo bem com vocês.

11817088_891956770899278_7566452075536131116_n
E finalmente eu venho com um post que foi muito esperado, tirando o fato do meu pequeno esquecimento em relação à ele, ele foi esperado.
Creio que você já saibam que eu estou em transição, ou seja, estou aceitando meu cabelo do jeito que ele é. Não posso chegar aqui e falar “nossa, que cachos tenho eu” sendo que meu cabelo não é tão cacheado, na verdade nem sei como ele é totalmente livre de químicas, já que comecei a alisar quando era bem nova.
Mas indo direto ao assunto, pedi para uma pessoa, quem tem o cabelo mais liendoooo (já falei dela aqui) e que me inspira muito, tipo, olho pro cabelo dela e penso “ah, agora que não aliso mesmo”. Então pedi pra ela dar umas palavrinhas sobre como se aceitou, se já pensou em alisar e essas coisas. Espero que te ajude, se, por acaso, você pensa em alisar.

Mimosa

“Muitas pessoas me perguntam como eu faço pra ele ficar assim, o que que faço no cabelo e etc. E o segredo é: Nada! Hahah. Eu lavo ele todos os dias e passo um óleozinho para ele ficar baixo.
Eu nunca tive vontade de ter cabelo liso, ás vezes eu faço escova por causa do tratamento e pra tirar algumas fotos e tal, mas chega a me irritar, o cabelo fica escorregando, caindo na minha cara haha. Então, por isso eu nunca tive vontade de alisar definitivo. Gosto muito do meu cabelo justo por ele ser diferente, então, MENINAS QUE TEM CABELO CACHEADO, nunca alisem, cuidem bem dele, hidratem, façam tudo, mas não alisem. O legal é ser diferente”
Giovanna Antiorio.

Eu, hoje em dia, estou muito feliz com meu cabelo e não penso mais em alisar, no início da transição, eu pensava todos os dias em alisar, pois assim seria mais fácil, mas sempre decidi esperar e ver no que ia dar e na boa, não me arrependo, foi uma das melhores decisões que já tomei. Às vezes fico meio dividida, se foi um erro eu ter alisado meu cabelo quando era mais nova, porque ao mesmo tempo que se eu não tivesse alisado, eu não estaria passando por tudo isso que passo hoje, mas por outro lado, não conheceria tão bem meu cabelo como conheço hoje. É meio louco né?! Mas essa transição me ensinou muita coisa e me ensina até hoje.
Pra você que está em transição, desejo toda paciência e todo amor para com seu cabelo e para você que pensa em alisar porque te zoam, ou simplesmente porque não gosta, espera, pensa mil vezes, pesquisa sobre seu tipo de cabelo, pega dicas e as testa no seu cabelo, o conheça antes de tomar qualquer decisão. Às vezes você tem um lindo cabelo e não sabe. Se ame do jeito que você é. Deus fez seu cabelo assim porque gostou, dê valor à obra dele.

11855709_891956790899276_458944526806275702_n

Converse com pessoas que tem esse tipo de cabelo, na Internet é o que mais tem. Vídeos com palavras de apoio, que te influenciam a se amar.
Só seja feliz consigo mesma, se ache linda antes de querer que os outros achem. Ah, foi bom citar isso, uma coisa é certa, não vai ser todo mundo que vai falar que seu cabelo é lindo, não vai ser todo mundo que vai apoiar sua decisão, nem minha família apoiou a minha, até mês passado só ouvia críticas, falando que eu devia alisar, que meu cabelo estava feio e essas coisas e hoje eu ouço elogios, mas não dependa deles, é claro que faz muito bem você ouvir um “seu cabelo é lindo” “seu cabelo tá lindo” “não alisa mais ele não”, mas não se motive só com isso, seja sua própria motivação. Mesmo eu ainda estando em transição, já me sinto outra pessoa, não vejo a hora de ter 100% de cachos, sem mais nada liso.

Se vocês quiserem, posso fazer um vídeo só falando sobre isso, explicando melhor e dando dicas de como amenizar as tristezas da transição. Quer uma? ESQUEÇA A CHAPINHA! Sério, eu não faço chapinha há 1 ano e alguns meses e isso foi essencial, meu cabelo melhorou 99%.
Cuide do seu cabelo e vai ser recompensada, pode ter certeza.

É isso. Acho que falei o tinha pra falar.

Beijiinhos ;*

Redes Sociais:

Instagram | Twitter | Tumblr | Facebook | Snapchat – dudalppm

Por que julgar tanto?

Padrão

Olá genten, como vocês estão?

IMG_3922
Quantas vezes vc já se pegou olhando pra uma pessoa e em pensamento a julgando? Que seja sua aparência ou atitudes. Serei honesta, perdi as contas. Mas uns dias atrás, eu estava num determinado lugar e entrou uma moça, um pouco cheinha (segundo os parâmetros de beleza né), olhei pra ela e assim, a primeira coisa que me chamou atenção foi exatamente o peso dela, mas pensei melhor e logo me repreendi mentalmente “por que fiz isso? Pra que ser tão precipitada e só enxergar o peso dela?” Olhei pra ela de novo e decidi buscar uma qualidade, e logo achei, ela tinha sardas (o que eu particularmente acho muito lindo), viu, nem foi difícil, então decidi que dali em diante eu iria antes de tudo procurar qualidades, não focar só nos “defeitos”. Mas iremos pra parte irônica, um pouco depois a menina começou a cutucar a mãe discretamente e quando a mãe olhou, ela apontou pra uma moça que estava na frente dela, mas precisamente, apontou pra roupa dela (estava vestida do jeito que ela se sentiu bem, e eu achei bem bonita por sinal), quer dizer, eu me repreendi por julgar a menina e a própria, sem nem hesitar, julgou uma outra moça, também pela aparência. Mas resumindo, continuo no processo de ver qualidades, mas infelizmente nem todos são assim. Mas é isso, fiz esse post na intenção de fazer vocês refletirem sobre isso, vamos parar de julgar, ou então ver qualidades “ah, ela é cheinha, mas tem um lindo sorriso” Já é um começo né?!
Espero que tenham gostado e pensem sobre isso.
Beijoox 😙

Vamos Amar Mais?! ♡

Padrão
Vamos Amar Mais?! ♡

2015/01/img_3018-1.jpg
Eu sei, dei mais uma sumida daqui né, mas tenho motivos, e são sérios mesmo (queria que não fossem, mas é a vida), mas vim aqui pelo celular mesmo, para conversar um pouquinho com vocês. Eu sei que esse não é, ou melhor não era o foco do blog, mas acho que vocês já perceberam (ou não), o tempo passou, dois anos de blog, eu mudei e consequentemente o blog também, eu realmente espero que vocês estejam gostando dessas mudanças (na real, acho que sim, já que de uns tempos pra cá o blog teve bem mais visitas, de pessoas bem legais) porque eu estou feliz com o ALeãozinha de hoje 😁 Mas o assunto de hoje, como vocês já viram no título, VAMOS AMAR MAIS, não sei o que está acontecendo com o povo de hoje, que estão distribuindo ódio gratuito por aí, e nem precisa ir muito longe pra ver isso acontecendo, ali do lado, em qualquer rede social, um lugar que era pra ser tão legal, com amor, amizades e o que nos vemos?! Ódio, infelizmente, não serei hipócrita falando que nunca fui hater de um famoso, ou que nunca dei aquela curtida maneira (só que não) naquele comentário ofensivo na página de algum famoso, mas hoje eu vejo que o que aquilo me trazia? Que sentimento eu tinha? O que passava pela minha cabeça? Nada né, só pode, perdi a conta de quantas vezes compartilhei uma imagem bem ruim falando mal de algum famoso, julgando ele pelas atitudes, ou somente pelo jeito dele, perdi a conta de quantas brigas arrumei por fazer isso, quantas fãs já vieram brigar comigo nas redes sociais porque eu ofendi o ídolo delas, elas são vítimas? NÃO! Ah, uma dúvida, como algumas fãs pedem respeito se nem elas mesmo respeito o ídolo alheio?! Não entendo, mas consigo sobreviver. Decidi parar com isso, hoje olho pra trás e me arrependo de ter distribuído tanto ódio por uma pessoa que nem conheço, mas por outro lado não consigo distribuir tanto amor assim, explicando melhor, eu, Maria Eduarda Leão, não tenho nenhum ídolo (somente Deus), nenhum famoso que diga que amo e que eu ame mesmo (quem me acompanha nas redes sociais sabe que admiro, tipo muito, o David Luiz, mas é uma admiração controlada) e sempre fui assim, acho que isso facilitava o meu ódio na época, já que eu não admirava tanto nenhum famoso, não tinha porque ter medo de que revidem em mim o ódio que eu distribuía. Nossa que confusão de post hoje hein, me desculpem, mas esses posts de conversa, de reflexão são bem bagunçados mesmo, saio escrevendo tudo que penso e depois vejo que está giganteee. Mas resumindo o post de hoje, peço à vocês, que estão lendo e que por algum motivo tolo distribui ódio por aí, que PAREM e reflitam: pra que? Olha em volta, quanta gente morrendo porque tem opinião diferente, Pq tem religião diferente, ou Pq simplesmente se expressou, vou mais além, pense em Deus, gente, Ele quer que vocês se amem, somos irmãos meu povo, vamos parar com isso, tem que começar de algum lugar. É isso. Espero que vocês reflitam.
Beijiinhox ;*
Acompanhem minhas redes sociais:
Facebook | EyeEm | Instagram